Sem Censura

Trapalhão, prefeito atira em Humberto mas acerta em Geraldo Julio.

Trapalhão, prefeito atira em Humberto mas acerta em Geraldo Julio.

03/10/2012 09:04

Por Ricardo Antunes

 

  Apontado como o pior prefeito da história do Recife, com uma administração considerada medíocre e recheada de dispensas de licitações milionárias, o prefeito João da Costa (PT) protagonizou,ontem, mais uma cena digna de pastelão. A  apenas cinco dias das eleições convocou a imprensa em seu gabinete para prever que o PT sofrerá “a maior derrota de sua história” numa clara ação de mídia para desgastar o candidato Humberto Costa e o seu vice João  Paulo o  qual está rompido politicamente desde as prévias do partidos.

Conseguiu, no entanto, apenas deixar claro que, não só está apoiando o candidato do PSB, Geraldo Julio, como garantiu que estará com o candidato do governador,no mesmo palanque, em um eventual segundo turno se a disputa for contra o tucano Daniel Coelho (PSDB). Era tudo o que o candidato do PSB não queria nesse momento: atrelar sua candidatura aos péssimos índices de administração do prefeito João da Costa (PT) que ao contrário do governador Eduardo Campos, tem rejeição de quase 70% da população da cidade.

O “ato falho” do prefeto – na verdade uma ação de mídia combinada com seus marqueteiros – despertou a ira do comando da campanha do PSB e causou desconforto entre os socialistas que estavam a todo custo escondendo  o PSB  da gestão do prefeito para não atrair a reprovação popular de João  da Costa para perto de Geraldo Julio. “Esse rapaz é mesmo um trapalhão. Não é a toa de que mesm com cinco bilhões ano, não conseguiu unir seu  partido para ser candidato a reeleição”, desabafou um interlocutor que goza de confiança entre o comando da campanha do PSB..” Issó é apenas vingança pessoal contra Humberto”, completou um dos coordenadores da campanha do PT, Gustavo Couto, ex-secretario de Saúde da PCR. Internamente, o prefeito também deverá ter problemas com a ala majoritária do partido, quando terminar as eleições.

 De acordo com informações da repóter Bruna Serra, no Jornal do Commercio de hoje, um dossiê está sendo preparado pleo ex-prefeito Joõa Paulo para  pedir a expulsão do prefeito, que estaria mobilizando seu estafe, em reuniões secretas, para ajudar Geraldo Julio. Até mesmo a primeira dama, Marilia Bezerra, estaria envolvida nessa operação de olho no Processo de Eleições Diretas (PED) que irá ocorrer no próximo ano. Outros “dossies” envolvendo Marilia Bezerra começam a chegar as redações dos jornais e aos blogs de opinião, com histórias “estarrecedoras” da esposa do prefeito.

 Num claro índicio de que a briga internta do PT está muito longe do seu fim.

Comentários

carlos - 3 de outubro de 2012

Esse Prefeito é mesmo uma comédia é um zé ninguém, o sem noção fora joão da Bosta

[Reply]

Opine e entre na discussão