Política

Compesa esquenta debate e leva governador a determinar reação imediata contra guia do PT

Compesa esquenta debate e leva governador a determinar reação imediata contra guia do PT

25/09/2012 10:28

Da Redação

O debate em torno da privatição da Compesa, com a acusação do PT de que haverá aumento na conta d’água, produziu efeito danoso na campanha de Geraldo Julio, segundo as pesquisa internas dos marqueteiros da campanha. Assim que tomou conhecimernto do fato, o Governador Eduardo Campos tomou duas decisões.

Não só gravar um depoimento chamando Humberto Costa de “mentiroso” como também de acionar o jurídico da campanha do candidato do PSB. E a ordem foi taxativa.”Tirem essa mentira do ar”, disse o Governador pelo telefone que, em menos de duas horas, viu ser atendido. Nada menos do que três ações do PSB foram protocoladas pedindo a suspensão imediata da proppaganda eleitoral petista nos guias de TV e rádio e também de todas as inserções.

A estratégia foi a mesma adotada desde o início da campanha. Abrir várias frentes na segunda instância do TRE, mas o clima entre alguns desembargadores não é bom, pois alguns deles temem ser criticados por uma eventual ligação com o PSB.Os desembargadores Virígio Carneiro Leão e Ronnie Duarte, por exemplo, declinaram da competência de julgar as ações, para evitar um “conflito de decisões”, devolvendo os mandatos para a setença única do desembargador eleitoral do TRE-PE, Roberto Morais.

Na semana passada, pelo menos três deles se negaram a julgar o pedido de impugnação da candidatura de Geraldo Julio por abuso de poder econômico feita pelo PT. Somente depois que o fato foi divulgado pela” Folha de São Paulo” em manchete na editoria de política, o juiz desse caso foi definido. A decisão sobre a suspensão do guia deve ser tomada ainda hoje.

Opine e entre na discussão