Política

EXCLUSIVO – Lula não vem mais  e sela, com Campos, destino de Humberto, por Ricardo Antunes.

EXCLUSIVO – Lula não vem mais e sela, com Campos, destino de Humberto, por Ricardo Antunes.

21/09/2012 10:20

Por Ricardo Antunes

Fim do mistério. O ex-presidente Lula, que teve nada menos do que cinco encontros com o senador Humberto Costa e o estimulou a disputar a Prefeitura do Recife, não virá mesmo ao Recife. Com isso, cai por terra a versão amplamente divulgada pelos partidários do candidato de que o governador Eduardo Campos estava com sua imagem arranhada junto ao ex-presidente.

Muito mais pragmático e fazendo jus a fama de que  não tem qualquer escrúpulo em sua ambição, Lula, na verdade, negociou com Eduardo seu apoio a Haddad em troca da “cabeça” de Humberto indo até mais longe. “Impôs”, de maneira sutil, claro, que o governador pernambucano, de quebra, ainda assinasse o manifesto dos cinco partidos condenando à tentativa da oposição de faturar politicamente com do mensalão.

As fortes acusações feitas pelo publicitário Marcos Valério, na Revista Veja, também motivaram o ex-presidente a pedir aos partidos que apoiam a presidenta Dilma no Congresso, uma resposta imediata. . “Temos que reagir”, disse ele em direção a Eduardo, no último domingo, durante almoço no Centro de Tradições Nordestinas. Pouco depois, ao lado do desafeto, Ruy Falcão, presidente nacional do PT e de mais quatro partidos aliados, Eduardo deu seu ok para a assinatura do documento, que por ironia, também selava o destino de Humberto Costa nessa eleição.

O fato explodiu como uma verdadeira “ ducha fria” no comando da campanha petista no Recife e provocou “ náuseas” em muita gente. “Essa não”, diziam atônitos os petistas quando foram informados do fato. Do outro lado da cidade, um Governador  sorridente comemorava e pedia aos assesores para espalhar a notícia para o núcleo da campanha de Geraldo Julio. O Leitura também ligou essa manhã para o Instituto Lula e teve a confirmação que todo mundo desonfiava. “Ele não deve ir mesmo”, afirmou um assessor

O  “todo poderoso do PT”, Luis Inácio Lula da Silva, pode até mesmo ter ficado aborrecido com o líder do PSB, mas a conta que ele fazia não era essa. E para essa operação precisava não se distanciar do aliado, PSB. Era a hora de salvar a sua biografia cada vez mais arranhada com o julgamento da Ação  470 que deve levar a cadeia alguns figurões do partido. Ao PT local, que atônito, viu o ex-presidente em Salvador, Manaus, Belo Horizonte e até  em Feira de Santana (BA), não restava outra coisa a nao ser  o lamento.

O famoso comício, anunciado como início da a arranacada de Humberto Costa rumo a PCR, no Marco Zero, não  vai  mais acontecer. A praça  foi definitavamente reservada para outro candidato.

 Era o único do fim.

Ou o fim mesmo da “era petista” de 12 anos  na cidade.

Comentários

Ex-petista - 21 de setembro de 2012

Eu acho ótimo isso, para vê se esses PTbacas aprendem a parar de endeusar esse cidadão!

[Reply]

Carlos - 23 de setembro de 2012

Cara, tu precisa assistir isso, se não já viu. Os fariseus do STF levaram um xeque mate de Ricardo Lewandowski. Com raras exceções, esses magistrados são um bando de nababos egoístas que só pensam ganhar altas quantidades de dinheiro público.

http://www.youtube.com/watch?v=m6uyOzTG2T8

[Reply]

Opine e entre na discussão