Política

Desequilibrado, Claudio  Ferreira  tenta agredir  jornalista

Desequilibrado, Claudio Ferreira tenta agredir jornalista

20/05/2012 23:45

Visivelmente transtornado, o ex-secretário de Assuntos Jurídicos da PCR,  Claudio Ferreira, tentou agredir o colunista deste site após chegar  às pressas no diretório estadual do PT para o anuncio do resultado. “Quais as medidas que serão tomadas judicialmente agora? ” indagou o jornalista Ricardo Antunes.A pergunta foi o suficiente para o coordenador da campanha de Mauricio Rands partir para cima do jornalista com palavras de baixo calão sendo contido por dois militantes que ficaram surpresos com o comportamento de desequilíbrio demonstrado por Claudio Ferreira.

Mas essa não foi a primeira vez que o ex-secretário demonstrou sinais de nervosismo. Durante todo o período das prévias foi dele e do vereador Mucio Magalhães(  fiel escudeiro de João Paulo)  as maiores demonstrações de que o baixo nível da campanha interna do PT iria prevalecer. Além de falar mal de outros jornalistas, Ferreira, que é cunhado de Maurício  Rands, bateu boca por diversas vezes com o Prefeito João da Costa, a quem chamou de “mentiroso”  em mais de uma oportunidade e de comprar votos usando a máquina administrativa da prefeitura.

Embora tenha  sido o braço direito do Prefeito João da Costa por mais de um ano, Claudio Ferreira, se demitiu da PCR para assumir a campanha de Maurício Rands e operar todo o esquema de judicialização das prévias, além de coordenar o setor financeiro da campanha junto com o economista  Alexandre Rands, dono da empresa Datamétrica. A empresa, que detém contratos milionários no Governo Federal, pertence ao irmão de Mauricio Rands que ontem marcou presença no diretório municipal. Advogado respeitado nos meios jurídicos do estado, Claudio Ferreira gosta de se gabar de que é um “homem rico” e que não “precisa de salário da PCR”. “Estou ajudando João da Costa porque acredito nele. É uma pessoa integra o apoio na reeleição. Sou um homem rico e não preciso tá aqui nesse cargo”, afirmou o mesmo em março do ano passado para uma plateia  de militantes, no Sindicato  dos  Bancários.

“Ele disse isso e depois mudou da água para o vinho. Agora tem obrigação  moral de apoiar o candidato vencedor para que possamos continuar na PCR. A disputa foi legítima e vamos garantir a renovação do mandato de Joao da Costa” afirmou Carlos Augusto Pereira, membro da secretaria de meio ambiente e desenvolvimento do PT, que estava presente na plenária onde o ex-secretário fez as declarações. Elas  foram publicadas na coluna do jornalista o que motivou a raiva de Claudio Ferreira. A tentativa de intimidar jornalistas é uma velha prática de gestores públicos que tem dificuldades para respeitar a liberdade de imprensa. Amanhã o site Leitura Critica  fará uma representação formal ao Sindicato dos Jornalistas de Pernambuco.

Opine e entre na discussão