Sem Censura

Prefeito vence lideranças mas crise no PT se agrava. Por Ricardo Antunes

Prefeito vence lideranças mas crise no PT se agrava. Por Ricardo Antunes

20/05/2012 22:23

Desgastado com as pesquisas de opinião, recebendo tiroteios de aliados da Frente Popular e sem o apoio dos caciques do partido, o prefeito Joao da Costa (PT) foi o grande vencedor do embate quase pessoal que se tornou as prévias do partido.Conseguiu, mesmo com uma diferença não muito grande  derrotar o pré-candidato Mauricio Rands e se torna a nova liderança do PT Estadual.

Além do seu adversário direto, o Prefeito conseguiu ao mesmo tempo derrotar de uma só vez lideranças expressivas do partido como o ex-prefeito João Paulo, o Senador Humberto Costa e, por tabela, o Governador Eduardo Campos – que estimulou nos bastidores a candidatura do seu Secretário de Governo. “Poucos  sabem a dor e a delícia dessa vitória mas o que quero agora é construir as pontes”, disse ele se esquivando de criticar  seus adversários internos do PT e afirmando que vai procurar todos os aliados para tentar reconstruir a Frente Popular.

Nesse sentido, uma presença chamou a atenção na coletiva realizada no escritório politico do prefeito onde centenas de militantes comemoravam a vitória.  O vice-prefeito, Milton Coelho (PSB), que estava sumido do mapa mas que agora pode ter a tarefa de tentar uma articulação com o governador Eduardo Campos – a quem e bastante ligado – para viabilizar a dobradinha de 2008 com o PSB indicado a vice e repetindo a chapa vitoriosa naquela eleição. “Ainda é cedo para pensar nisso” disfarçou Milton Coelho que tem transito livre no Palácio das Princesas e em parte do PSB de quem já foi presidente estadual

Apesar da vitória, o Prefeito João da Costa deve enfrentar novos desafios pela frente. Além da Executiva Nacional já ter declarado que irá fazer uma auditoria nas eleições de hoje, nem o deputado Maurício Rands, nem o Senador Humberto Costa parecem dispostos a aceitar a vontade da maioria dos filiados do partido. Maurício Rands afirmou que João da Costa teria burlado a legalidade do processo e ganho apenas “com votos piratas”. Já o senador Humberto Costa, para quem deve recair também o desgaste eleitoral o se a derrota for confirmada, compartilhou a opinião de Rands e acredita que a direção nacional poderá mudar o quadro estabelecido nesta noite. O ex-Prefeito João Paulo apontado por muitos como o responsável maior pelo racha no partido depois de 12 de comando na PCR tinha programado para viajar ao exterior amanhã mas com o acirramento da crise decidiu cancelar sua viagem. Um claro sinal de que a briga interna do partido ainda não tem data nem hora para acabar.

 

Opine e entre na discussão