Geral

Pernambuco desiste da construção da usina mais suja do mundo

Pernambuco desiste da construção da usina mais suja do mundo

14/04/2012 19:00

Do Brasil 247

Não foi dessa vez que a usina mais suja do mundo será mérito pernambucano. Depois de intensa e negativa repercussão, o Governo do Estado comunicou que desistiu de construir a Usina Termelétrica III, no Porto do Suape, no Cabo de Santo Agostinho, que seria de responsabilidade do Grupo Bertin. Avaliada em R$ 2 bilhões e com capacidade de gerar 500 empregos diretos, o empreendimento foi metralhado pelos ambientalistas por ser movido a óleo. A matéria prima é considerada a mais suja entre os derivados de petróleo usados para produzir energia, além de ser o segundo maior emissor de gases do efeito estufa.

A notícia foi divulgada no twitter do secretário de imprensa do Governo, Evaldo Costa, onde podia-se ler: “Gov. Eduardo Campos anuncia cancelamento da termoelétrica a diesel de Suape”.Apesar do anúncio feiro em setembro do nao passado, realizado com toda a pompa e circunstâcia a que tinha direito, o grupo nunca conseguiu licença ambiental para a construção do projeto.

A termelétrica teria uma potência instalada de 1.452 MW, o que significa ser capaz de queimar oito mil toneladas de óleo combustível por dia. Consequentemente, seriam emitidas 24 mil toneladas de CO2, um dos principais gases causadores do efeito estufa.

Esse tipo de instalação industrial, que produz eletricidade através da queima de óleo, tem encontrado fortes entraves no mundo, inclusive no Sul e no Sudeste brasileiro. O fato causou frisson entre os ambientalistas pernambucanos, que acusaram o Estado de “ir na contramão” de priorizar o investimento em fontes de energia renováveis, como biomassa, eólica, solar e energia dos oceanos.

Opine e entre na discussão