Política

Datamétrica critica prefeito e diz que Lavareda é desleal. É a briga pelo poder na PCR

Datamétrica critica prefeito e diz que Lavareda é desleal. É a briga pelo poder na PCR

11/04/2012 16:43

Por Ricardo Antunes

Dando um tom à guerra surda em que se transformou a briga no PT pela Prefeitura do Recife e seu orçamento de R$ 5 bilhões, o economista e professor, Alexandre Rands, rebateu as críticas feitas pelo prefeito João da Costa e disse que “não existe sentido algum” em revelar o papel que sua empresa cumpre na sucessão municipal. “Não posso e nem faria isso. Um instituto sério de pesquisas jamais vai dizer quem está lhe contratando”, adicionou, ao comentar as críticas sobre o fato de Maurício Rands – irmão do economista – estar fazendo um trabalho de sondagem de opinião junto a militâncias petistas com direito a voto nas prévias que vai apontar o nome do candidato oficial do PT. E criticou o ex-marqueteiro do PFL e do PMDB, Antonio Lavareda, que, segundo ele, tem assessorado o prefeito na campanha de “baixo nível” contra sua família.

 

Reconhecido como um dos 100 pesquisadores mais produtivos do país, em recente ranking feito pela Research Papers in Economics (RePEc) – uma associação com pesquisadores de 90 instituições no Brasil – Alexandre Rands bateu duro no prefeito e destilou toda sua ironia para o famoso marqueteiro Antonio Lavareda, dono do instituto Ipespe, empresa concorrente da Datamétrica. “Esse sr. é uma fabrica de maldades. Fez isso com Dr. Arraes em 1998 e com Humberto Costa em 2006″, lembrando a polêmica campanha eleitoral comandada por Lavareda contra o então governador Miguel Arraes que tentava sua reeleição e foi massacrado no guia eleitoral pela polêmica dos precatórios. Com Humberto Costa, a MCI do publicitário descontruiu a imagem do ex-ministro acusado de envolvimento na chamada “máfia dos vampiros” do Ministério da Saúde.

 

“Não tenho como tradição em meu currículo profissional enganar ninguém. Isso quem tem feito é o atual prefeito durante esses quase 4 anos de mandato”, disparou Alexandre, que acusa João da Costa de baixar o nível do debate político com acusações pessoais contra sua família. Indagado sobre a Datamétrica estar mesmo fazendo a pesquisa para o secretário de Governo, Maurício Rands, o economista foi taxativo. “Ele pode falar o que quiser. Só não pode insinuar que estamos usando o poder econômico ou que direcionamos nosso trabalho”, afirmou, dando risadas do fato da campanha do prefeito ter divulgado que Rands tem um apartamento nos EUA. “Ilegal seria se esse patrimônio não estivesse na sua declaração de renda, mas nas mãos de um laranja”, completou.

 

A Datamétrica foi acusada de fazer “tráfico de influencia” para ganhar um contrato milionário do INSS durante o período de 2006 a 2010. O mesmo período em que o deputado Maurício Rands era o líder do PT e integrou a tropa de choque do ex-presidente Lula durante a maior crise politica do seu governo: o famoso mensalão, que envolveu figuras petistas como o ex-ministro José Dirceu, apontado pelo Procurador Geral da República como “chefe de uma organização criminosa”. “Isso não existe, ganhamos um contrato numa licitação perfeitamente normal”, atesta Alexandre Rands. O faturamento da Datamétrica é hoje de mais de R$ 50 milhões anuais. Por sua vez o do Ipespe não fica para trás e envolve uma carteira de clientes volumosa. Recentemente para se aproximar ainda mais do PT, o marqueteiro e publicitário Antonio Lavareda adquiriu a agencia RGA, com vários contratos na Prefeitura do Recife e no próprio Governo do Estado. Pelo visto o jogo de poder em busca das vultosas verbas de consultoria de campanha e do setor público local está apenas começando.

 

Conheça Ricardo Antunes, clique aqui.

Comentários

Paulo Suzano - 11 de abril de 2012

E discussão dos problemas da cidade não se ouve em canto algum. Agora dinheiro do caixa 2 para marqueteiros vai ter e muito. Vergonha isso.

[Reply]

Claudia Fonseca - 11 de abril de 2012

Porque toda consultoria ganhar milhões com o setor público?? isso não vai acabar nunca é?
Triste isso e esse prefeito patético.

[Reply]

Jose - 13 de abril de 2012

Este site é tao pouco lido que nao vale nem o esforco dos jornalistas … Eita falta do que fazer .. Eu pelo menos sou aposentado tenho tempo a perder …

[Reply]

Bárbara Lemos - 13 de abril de 2012

O site é novo, meu caro José. Ele ainda não tem nem um mês de existência. Há muita vontade e trabalho para fazê-lo crescer independente de grandes portais. Sei que não perguntou minha opinião, mas acho que a iniciativa merece o apoio de todos.

[Reply]

Opine e entre na discussão